Homepage
Siga-nos no LinkedIn
Siga-nos no LinkedIn
Direção-Geral das Atividades Económicas
Comércio com HistóriaEspaço Comerciante
DGAE - topo



O PRR define, entre outras, medidas e reformas que incidem sobre a dimensão da Transformação Digital. 

Neste contexto, a Componente 16 – Empresas 4.0, integrada na dimensão da Transição Digital, e na qual se inserem as Aceleradoras de Comércio Digital, pretende contribuir para a transformação dos modelos de negócio das PME portuguesas, em particular para sua digitalização, visando uma maior competitividade e resiliência, bem como um reposicionamento dos seus negócios num ecossistema digitalmente mais avançado. 

Assim, o Programa Comércio Digital – Programa para a digitalização de PME’s com foco em micro-PME’s dos setores do comércio e dos serviços, em que se insere o Projeto supra referido, pretende ativar os seus canais de comércio digitais, incorporar tecnologia nos modelos de negócio, bem como desmaterializar os processos por via da utilização das tecnologias de informação e comunicação, assim como apoiar a internacionalização. 

Neste âmbito o Projeto das “Aceleradoras de Comércio Digital” prevê o apoio à constituição de um total de 25 Aceleradoras, que dinamizarão o apoio a, pelo menos, 30.000 PME dos setores do comércio e dos serviços abertos ao consumidor. Os diversos projetos terão de ser dinamizados por Consórcios, constituídos por estruturas associativas empresariais, cujo âmbito de atuação é uma NUTS II. Cada Consórcio terá de dinamizar, pelo menos, uma Aceleradora em cada NUTS III da respetiva NUTS II. 

Entende-se por Aceleradora uma estrutura organizacional, com presença física, que acompanha e apoia, de forma contínua e durante o período de execução do PRR, o crescimento de empresas do comércio e serviços abertos ao consumidor através da transformação digital dos seus processos e modelos de negócio, nomeadamente por meio da capacitação, mentoria, networking e apoio na implementação do projeto de digitalização das empresas. 

Estas estruturas atuam no apoio à transição digital das empresas, com base numa avaliação do seu estágio de maturidade digital e na elaboração de um plano de ação, por empresa, destinado a promover a sua digitalização. Este plano de ação será acompanhado pelo financiamento da aquisição de serviços digitais, acedíveis pelas empresas.

O AVISO N.º 04/C16-i02/2022 que enquadra o  Concurso para a Apresentação de Candidaturas para Desenvolvimento de Projetos no âmbito das Aceleradoras de Comércio Digital foi republicado no dia 12 de setembro de 2022 e pode ser consultado AQUI, tendo sido alterado o ponto n.º 16 permitindo que o prazo para submissão de candidaturas decorra até às 19:00 horas do dia 14 de outubro de 2022. As candidaturas poderão ser submetidas AQUI.

Constituem-se como entidades elegíveis do presente Aviso os consórcios de Associações Empresariais, representativas de operadores económicos dos setores do comércio e dos  serviços abertos ao consumidor, de âmbito territorial, seja local, regional ou nacional, bem como outras associações relevantes para o objeto do projeto.


A fim de melhor se esclarecer e informar os destinatários desta iniciativa, a Direção-Geral das Atividades Económicas disponibiliza um endereço eletrónico dedicado a esclarecimentos no âmbito destes Projetos:  prr@dgae.gov.pt , bem como podem ser consultadas aqui as respostas às Perguntas Frequentes sobre o Aviso das Aceleradoras de Comércio Digital.





  • PRR
  • Comunicar às Empresas
  • Estatuto de Bloqueio
  • Dashboard e outras Estatísticas
  • Rótulo Ecológico
  • Questões e Sugestões
  • Estamos ON