Homepage
Direção-Geral das Atividades Económicas
    Comércio com HistóriaEspaço Comerciante
    DGAE - topo
    25. Quais as condições para imposição de medidas de salvaguarda?

    As medidas de salvaguarda poderão aplicar-se quando se registam importações de um produto de forma súbita e em quantidades tais que causem ou ameacem causar graves prejuízos à indústria da UE produtora desse produto.

    O facto de serem medidas erga omnes (aplicáveis a todas as origens), e se distinguirem por não determinarem se o comércio é leal ou não, mas concentrarem-se em flutuações do volume das trocas tão repentinas e importantes que não é possível esperar que os produtores europeus se possam adaptar aos novos fluxos comerciais, dificulta a sua aplicação.

    Com efeito, quer a Comissão Europeia, quer diversos Estados-membros da União Europeia, consideram que as medidas de salvaguarda são um instrumento protecionista contrário ao livre comércio, por incidirem em importações efetuadas em condições leais.

    De qualquer modo, a regulamentação da OMC e da União Europeia permite a aplicação a curto prazo de restrições às importações, a fim de dar tempo à indústria para se adaptar a estas mudanças abruptas. Este compasso de espera está diretamente ligado a uma evidente obrigação de reestruturação.
    • Comunicar às Empresas
    • Brexit
    • Consultas Públicas
    • Questões e Sugestões
    • Exportar para países extra-UE
    • Simplex
    66