Homepage
Direção-Geral das Atividades Económicas
    Comércio com HistóriaEspaço Comerciante
    DGAE - topo

     

     

     

     

     

    ENQUADRAMENTO

    O Programa INTERFACE tem como objetivo a valorização dos produtos portugueses, através da inovação, do aumento da produtividade, da criação de valor e da incorporação de tecnologia nos processos produtivos das empresas nacionais. Pretende-se, com este Programa, acelerar a transferência de tecnologia das universidades para as empresas, potenciar a certificação dos produtos, aumentar a competitividade da economia portuguesa e das empresas nos mercados nacional e internacional.


    PRINCIPAIS INICIATIVAS

    1. Apoio aos Centros de Interface Tecnológico (CIT)

    Os CIT são entidades de ligação entre as instituições de ensino superior e as empresas, que se dedicam à valorização de produtos e serviços e à transferência de tecnologia.Com esta iniciativa pretende-se capacitar os CIT e empresas, especialmente PME, nas atividades de I&D e inovação, potenciando a ligação das entidades do sistema de inovação e facilitar o acesso destas entidades a recursos humanos altamente qualificados, promovendo o emprego científico e qualificado, e aumentando o acesso a conhecimento.

    Para conhecer o lançamento de concursos dedicados à capacitação das empresas que integram as redes de fornecedores, ver item “Instrumentos de Financiamento”.

    Foram já reconhecidas um conjunto de 28 entidades do sistema científico e tecnológico como Centros de Interface (Despacho nº 10252/2017, de 24 de novembro).

    Medidas:

    • Financiamento plurianual
    • Projetos de inovação empresarial
    • Novas estruturas de interface
    • Modernização de equipamentos
    • Internacionalização
    • Doutoramentos em empresas
    • Docentes na indústria
    • Inserção de jovens técnicos
    • Intercâmbio com parceiros europeus
    • Eficiência energética
    • Economia Circular
    • Indústria 4.0

    2. Clusters de Competitividade

    Os Clusters são encarados como determinantes para políticas associadas ao apoio ao crescimento das PME e à implementação da especialização inteligente. De acordo com o Regulamento de Reconhecimento de Clusters de Competitividade, são considerados plataformas agregadoras de conhecimento e competências, constituídas por parcerias e redes que integram empresas, associações empresariais, entidades públicas e instituições de suporte relevantes. Clusters de Competitividade reconhecidos.

    3. Laboratórios Colaborativos (COLAB)

    O reconhecimento e a atribuição do título como COLAB é efetuado pela FCT-Fundação para a Ciência e a Tecnologia. O processo de reconhecimento encontra-se aberto em regime contínuo. Foram já reconhecidos  21 Laboratórios Colaborativos (6 na 1ª fase e 15 na 2ª fase).

    Para mais informações aceder a: https://www.fct.pt/apoios/CoLAB/

    4. Clube de Fornecedores

    Visa a promoção da integração e participação de empresas portuguesas, sobretudo as PME, em cadeias de valor internacionais, através da cooperação com empresas com papel relevante nas mesmas que lhes assegurem melhores condições de acesso a mercados, tecnologias e competências.

    O atual Clube de Fornecedores, é liderado pela Bosch Portugal, com a coordenação científica da Universidade do Minho e é composto por mais de três dezenas de pequenas e médias empresas (PME), além de cinco instituições de Interface.

    Esta iniciativa será implementada em duas fases:

    1ª Fase – Encontra-se já finalizada e consistiu na seleção da Rede Bosch.

    2ª Fase – Corresponde ao lançamento de concursos dedicados à capacitação das empresas que integram as redes de fornecedores (ver item “Instrumentos de Financiamento”). Em agosto de 2018 foi lançado um novo concurso para seleção de novos Clubes de Fornecedores.


    INSTRUMENTOS DE FINANCIAMENTO

    > Financiamento plurianual de base dos Centros de Interface

    Beneficiários: Entidades reconhecidas como Centros Interface (CI) nos termos do número 3 do artigo 7º da Portaria nº 258/2017, de 21 de agosto.

    O acesso ao financiamento far-se-á através de candidaturas apresentadas no âmbito de procedimento concursal nos termos previstos nos Avisos de Abertura de Candidaturas.


    > Jovens Técnicos para a Industria- candidaturas a decorrer

    Para mais informações aceder a: https://www.iefp.pt/estagios

    > Clube de Fornecedores – BOSCH

    Beneficiários: Empresas fornecedoras e Entidades não Empresariais do Sistema I&I da rede Bosch.

    • Aviso 02/SI/2018 - Iniciativa "Clube de Fornecedores" (Aviso dedicado à qualificação de redes de fornecedores);
    • Aviso 03/SI/2018 - I&D Copromoção;
    • Aviso 04/SI/2018 - Inovação Produtiva;
    • Aviso 05/SI/2018 - Qualificação PME;
    • Aviso 18/SI/2017 - Formação Profissional (Projetos de Formação em processos de inovação);
    • Aviso 22/SI/2017 - Formação Profissional (Projetos autónomos de formação).

    Para mais informações aceder a: http://www.poci-compete2020.pt/Avisos/detalhe/Clube

    > Medidas Portugal 2020

    Para mais informações sobre financiamentos disponíveis no âmbito do Portugal 2020 e do Programa Interface, aceder a: https://www.ani.pt/pt/valorizacao-do-conhecimento/ e http://www.poci-compete2020.pt/Avisos/

     

     
    • Comunicar às Empresas
    • Brexit
    • Consultas Públicas
    • Questões e Sugestões
    • Exportar para países extra-UE
    • Simplex
    66