Homepage
Direção-Geral das Atividades Económicas
    Espaço Comerciante
    DGAE - topo

    Porto já tem 74 lojas históricas reconhecidas

    Porto já tem 74 lojas históricas reconhecidas

    A Direção-Geral das Atividades Económicas esteve presente na cerimónia de entrega das primeiras 74 placas identificativas do programa Porto de Tradição, que distinguem as lojas históricas da cidade. A sessão decorreu, em 28 de janeiro, nos Paços do Concelho, tendo as placas sido entregues pelo presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira e pelo Vereador, Ricardo Valente, aos operadores económicos.

    O objetivo desta iniciativa municipal é proteger e salvaguardar as entidades de interesse histórico que, pela sua atividade e património material ou imaterial, constituam uma relevante referência cultural ou social para a cidade.

    Nesse sentido, estão previstas medidas de proteção como a isenção de taxas de publicidade e ocupação do domínio público, ações de formação e consultoria, criação de mecanismos de visibilidade abarcando diferentes plataformas de comunicação, conceção de roteiros culturais temáticos, para além dos benefícios fiscais como a isenção total do IMI (Imposto Municipal sobre Imóveis) e incentivos fiscais às obras que se venham a realizar no imóvel onde se localizam estabelecimentos ou entidades reconhecidos, alguns dos quais já constantes do decreto- lei.

    Da lista de entidades e estabelecimentos já reconhecidos, constam espaços de vários ramos de atividade como a Livraria Lello, o Café Majestic, Machado Joalheiro, a Confeitaria do Bolhão, a Barbearia Tinoco ou a Escovaria de Belomonte.

    Ainda no primeiro trimestre de 2019, todas estas entidades integrarão, igualmente, o Inventário Nacional Comércio com História, promovido pela Direção-Geral das Atividades Económicas, no âmbito da área governativa do Ministro Adjunto e da Economia.

    • Comunicar às Empresas
    • Brexit
    • Consultas Públicas
    • Questões e Sugestões
    • Simplex
    66